https://www.wheredidshegothistime.com Days 61-70 Northern Thailand

To travel is to live.

selo-abvp.png

© Filipa D'Oliveira 
Exploring the world with Canon & GoPro.

© Filipa D'Oliveira 

A explorar o mundo com Canon & GoPro.

Days 61-70 > Northern Thailand

January 29, 2019

 

 

 

   (EN)  If you go from Bangkok to the north of Thailand there are 2 differences you realize straight away: it's cooler/the air is fresher & there are a lot of mosquitoes :D
   This trip is worth doing by train or by bus - the countryside views are really nice and it only takes up to 10 hours. I went by bus and they gave me a pillow, a blanket, water and something to eat! Almost halfway they stop the bus for a while and there is free Thai buffet for everybody ;) Honestly the best bus service I've taken (better than many train/flight companies!)

 

 

   (PT)  Se fores de Banguecoque para o norte da Tailândia, vais reparar de imediato em duas coisas: o ar é mais puro/está bem mais fresco & há imensos mosquitos :D
   Vale a pena fazer esta viagem de autocarro ou comboio - as paisagens são lindas no interior do país e são 10 horas. Eu fui de autocarro e deram-me almofada, cobertor, água e algo para comer! Quase a meio caminho parámos e tivemos direito a buffet Tailandês ;) O melhor serviço de autocarros que alguma vez encontrei (melhor do que muitas companhias de comboios/aviões!)

 

 

 

CHIANG MAI

 

 

 

 

 

 

   (EN)  I've been in Chiang Mai for 4 days. It is a small town but still full of tourists! Most people go there for the elephant sanctuaries and some famous temples around.

   There's still a great nightlife (finishing at 12am if you don't keep up with nightclubs/'private' parties) and the Sunday Night Market is basically all over the central quarters and you feel as if you were on a labyrinth :D
   Wat Chengi Luang was for me the most interesting temple but Wat Phra Sing is also worth a visit! ;)
   I admire elephants a lot and I was really eager to spend some time with them but when I arrived in Chiang Mai I realized it was a big business around there. Sanctuaries are places that rescue these animals from riding camps. Anyway it becomes a business and I really didn't want to go to a touristic place, I'd rather meet some locals and go to a small hidden farm. I finally got it! After crossing many names out of the endless list I found a small camp with only 3 elephants - Nampe, Samsey & Bun.
   I had one of the best days of my life there. Imagine a place where you have only 4 locals chilling and taking a 'siesta' so you have the farm all to yourself and you can spend the whole day alone with these majestic creatures. It was magical.
   The two big ladies you see on the photos are Nampe and Samsey, 40 and 45 years old - the first is pregnant for 1 year and the second for 6 months. Their bellies were already huge and you could spot some shapes, I don't know how they manage a pregnancy up to 2 years! :D
   The little one is Bun, the only boy - 4 years old, Samsey's grandson. When the calves turn 3/4 years old, the mother lets them go because they have to learn how to survive by themselves, so Bun came from another sanctuary and joined grandma ;)
   It was such a peaceful day... One that I will always remember.

 


   (PT)  Fiquei 4 dias em Chiang Mai. É uma cidade pequenina mas cheia de turistas! A maioria das pessoas vai lá por causa dos santuários de elefantes e alguns templos icónicos nas redondezas.
   A vida noturna também é boa (mas acaba à meia noite, a não ser que continues para discotecas/festas 'privadas') e o mercado de Domingo à noite estende-se basicamente por todo o centro e é como se estivesses num labirinto :D

   O Wat Chengi Luang foi para mim o templo mais interessante, mas o Wat Phra Sing também vale a pena visitar! ;)

   Admiro muito elefantes e estava ansiosa por passar um tempo com eles, mas quando cheguei a Chiang Mai vi o quão grande era esse negócio por lá. Santuários são lugares que resgatam estes animais lindos de lugares onde são montados e presos. De qualquer maneira torna-se um negócio e não queria ir a um lugar turístico, preferia conhecer alguns locais e ir a uma quinta pequena. Por fim encontrei! Depois de riscar imensos nomes da lista sem fim, encontrei um campo pequeno com apenas 3 elefantes - a Nampe, a Samsey e o Bun.
   Foi um dos melhores dias da minha vida. Imagina um lugar onde só tens 4 locais a descansar à sombra da bananeira, a fazer uma 'siesta', então tens a quinta toda para ti e podes passar o dia todo com os elefantes. Foi mágico.
   As duas senhoras maiores são a Nampe e a Samsey, de 40 e 45 anos de idade - a primeira está grávida de 1 ano e a segunda de 6 meses. As barrigas delas já estavam gigantes, não consigo imaginar como aguentam uma gravidez de 2 anos! :D
   O mais pequeno é o Bun, o único macho - 4 anos de idade, neto da Samsey. Quando os elefantes atingem os 3/4 anos, as mães afastam-se das suas crias para que eles aprendam a sobreviver sozinhos - o Bun veio de outro santuário e juntou-se à avó ;)
   Foi um dia tão tranquilo... Um que para sempre recordarei.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CHIANG RAI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   (EN)  After 4 days I went a bit further North to Chiang Rai - very close to the famous 'Golden Triangle' (a place where you find yourself between the borders of Myanmar, Thailand and Laos).
   If you want to relax, Sook Jai Guesthouse is the place to stay! With an open lounge area full of hamocks, a bonfire and super friendly staff!
   I've met a lot of people over there - from Argetina, France, Mexico, Canada, Israel & Spain - and I rejoined people from the Great Britain that I'd met in Bangkok. It was a really nice stay so I stayed a bit longer! :D
   Usually people either go to Chiang Rai as a full day trip or they spend only one night there. I ended up spending 4/5 days and I really don't regret it. The most famous spots are the White and Blue Temples (Wat Rong Khun & Wat Rong Seur Ten). I was eager to see them as well due to the amazing architecture - they are both very artistic as you can see on the pictures.
   I visited one temple a day because I really wanted to escape the crowds (the temples only open at 8am so that was the time I wanted to be there). Well... Didn't work out! ;D At 8am there are already loads of touristic buses parked waiting for it to open. The Blue Temple is smaller and it wasn't so crowded but the White one was just... Argh. Impossible. I was happy I arrived half an hour earlier because I could take some pictures when it was still closed but the moment it opened I just walked around the gardens a bit, saw the author's exibition and ran away from those dozens of people.
   In one hour walking distance you have Singha Park - huge and gorgeous, it's the place where they also brew their beer (Singha is one of their brands). It couldn't have been more perfect!
   I started walking there but after 20 minutes I was already melting :D The sun was high and there was no shade on the way but the rice field views were just fantastic so I was pretty happy! ;)
   After a while a motorbike stopped next to me. It was a Thai girl on her 30's.
   - Where are you going?
   - Singha park!
   - Oh, I'll pass by there, do you want to join me? It's too hot for you to be walking right now!
   She had a point! :D I accepted it and we chatted the whole way there. She dropped me right at the entrance, gave me some tips and wished me luck with this big smile on her face :) Did I mention I love Thai people?!
   The park is really big so if you're on foot you can always get a tour 'bus' inside, it costs 100฿ (around 2,80€) and it makes 5 stops. You have it every 15 minutes so you can basically hop off the bus, explore the area on your own and get another one later whenever you wish. Most tourists just stay around the bus stop area and get the next one so they are done after 1h30 - well, I've spent 6 hours on that amazing park.
   The tea plantations were my favourite, as you can see by the amount of pictures :D I loved just wandering around them with nobody nearby. ♥️
   I had decided to go back to the White Temple by dust to watch the sunset (hopefully with not so many people around). That worked out pretty well! The walk back was way easier because it wasn't so hot and I took a parallel local road instead of the main one. Best decisions ever - received lots of smiles and "sawadeekha" (meaning hello/welcome) from the neighbours, crossed many rice fields and could see the real countryside life.
   When I got to the temple I just met few photographers waiting for the sun to go down and I joined them. It was another day I will hardly forget. :)

 


   (PT)  4 dias depois segui um pouco mais em direção ao Norte, para Chiang Rai - bem perto do 'Triângulo Dourado' (um lugar onde te encontras entre as fronteiras de Myanmar, Tailândia e Laos).
   Se precisas de relaxar, a Sookjai Guesthouse é o lugar para ficar! Tem uma área comum ao ar livre, cheia de redes, fogueira para as noites mais frescas do norte e a staff é super amigável!
   Conheci imensa gente por lá - da Argentina, França, México, Canadá, Israel e Espanha - e reencontrei amigos da Grã Bretanha que fiz em Bangkok. Estava a ser tão bom que decidi ficar mais uma noite! :D
   Normalmente as pessoas vão a Chiang Mai num só dia ou passam no máximo uma noite. Eu acabei por ficar quase 5 dias e não me arrependo minimamente. Os lugares mais famosos são dois templos - o Azul e o Branco (Wat Rong Khun & Wat Rong Seur Ten). Estava ansiosa para vê-los pela sua arquitetura maravilhosa, são ambos bastante artísticos como podes ver peas fotografias.
   Visitei um templo por dia porque queria mesmo tentar escapar às multidões (os templos só abrem às 8h portanto era a essa hora que lá queria estar). Bom... Não resultou muito bem! ;D Às 8h já estão imensos autocarros turísticos estacionados à espera que o templo abra. O Templo Azul é mais pequeno e não tinha tanta gente, mas o Branco estava... Argh. Impossível. Fiquei contente por chegar com 30 minutos de antecedência e conseguir tirar fotografias enquanto ainda estava fechado mas quando abriu passeei apenas pelos jardins à sua volta, fui ver a exposição de quadros do autor e fugi das dezenas de pessoas.
   A uma hora a pé do Wat Rong Khun encontras o Parque Singha - lindo e enorme, é o lugar onde também fabricam a sua cerveja (Singha é uma das suas marcas). Não podia ter sido mais perfeito!
   Comecei a andar mas passados 20 minutos já estava a pingar :D O sol estava bem forte e não havia sombra pelo caminho mas as vistas dos campos de arroz eram de cortar a respiração portanto estava bastante feliz! ;)
   Pouco depois uma mota parou ao meu lado. Era uma rapariga Tailandesa nos seus 30 anos de idade.
   - Para onde vais?
   - Parque Singha!
   - Uh, eu vou passar por lá, queres vir comigo? Está calor demais para andar a esta hora!
   Bom, ela tinha razão! :D Aceitei e fomos o caminho todo a conversar. Deixou-me mesmo à entrada, deu-me algumas dicas e desejou-me boa sorte com um sorriso enorme na cara :) Já disse que adoro os Tailandeses?!
   O parque é enorme portanto se estiveres a pé, como eu, podes apanhar um 'autocarro' turístico que custa 100฿ (cerca de 2,80€) e faz 5 paragens. Como os tens a cada 15 minutos podes sair, explorar a área por ti mesmo e quando quiseres apanhas outro e segues viagem. A maior parte das pessoas fica apenas pela zona da paragem de autocarro e apanha o seguinte, ou seja, fazem o parque numa hora e meia - hum, pois eu passei 6 horas neste lugar fantástico.
   As plantações de chá foram as minhas prediletas, como podes ver pela quantidade de fotografias :D Amei perder-me no meio delas, sem ninguém à volta. ♥️
   Tinha decidido voltar ao Templo Branco ao fim do dia, para ver o pôr do sol sem multidões. Isso sim, resultou! A caminhada de regresso foi bem mais fácil pois já não estava tão quente e fui por uma estrada local paralela em vez da principal. Melhores decisões de sempre - recebi imensos sorrisos e "sawadeekha" (que significa olá/bem-vindo) dos vizinhos, passei por imensos campos de arroz e consegui ver a verdadeira vida do campo.
   Quando cheguei ao templo encontrei apenas uns quantos fotógrafos que também esperavam pelo pôr do sol e juntei-me a eles. Foi mais um dia que dificilmente esquecerei. :)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   (EN)  If you visit the North of Thailand take your time there. When renting a motorbike (the most common thing in Southeast Asia & it will only cost you 4€/day) you can explore the best places - which are out of the town, as always. ;)
   After 2 months traveling I felt my body needed some 'real vacations' (everyday I do some research on places to see & things to do, I walk around everywhere and I try to enjoy both nightlife and daytime so your body starts getting tired at some point). Well, I took a relaxing day on the hammocks in Chiang Rai and my last day in Thailand (back to Chiang Mai because I was getting my flight from there) was spent on a swimming pool, just focusing on my ever so needed photosynthesis! ;D

   I'm now in Vietnam, met the Frenchies again and a Portuguese friend who I hadn't seen for years and lives here. I'm exploring the North and I'll soon start going South to keep following the sun! ♥️


   Write you soon!

   With love,
   Filipa ;*

 


   (PT)  Se visitares o Norte da Tailândia leva o teu tempo. Ao alugares uma mota (a coisa mais comum de se fazer no Sudeste Asiático e que te custa cerca de 4€/dia) podes explorar os melhores lugares - que estão fora da cidade, como sempre ;)
   Depois de 2 meses a viajar senti que o meu corpo precisava de 'férias de verdade' (todos os dias pesquiso lugares para ver & coisas para fazer, caminho por todo o lado e tento aproveitar tanto a vida noturna com a diurna portanto o teu corpo começa a ressentir-se a certa altura). Decidi passar um dia relaxante nas redes em Chiang Rai e o meu último dia na Tailândia (de volta a Chiang Mai porque voaria de lá) foi passado na piscina com um único foco: a minha tão desejada fotossíntese! ;D

   Agora estou no Vietname, reencontrei os amigos Franceses que fiz há um mês na China, e um amigo Português que já não via há anos e que mora por aqui. Estou a explorar o Norte mas seguirei em breve para o Sul para continuar a seguir o sol! ♥️


   Escrevo-te em breve!

   Com amor,
   Filipa ;*

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Bohol & Cebu, Philippines

September 9, 2019

Digital detox vacations ❤

June 15, 2019

1/15
Please reload